HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

    Anuncie

Notícias
Blefarite em gatos: sintomas e tratamento 11/12/2020 às 12:42:57

Os gatos podem sofrer de diferentes doenças ao longo de suas vidas. Os olhos são bastante sensíveis e podem desenvolver doenças como a blefarite, da qual vamos falar a seguir.

O que é a blefarite?

A blefarite é uma doença definida como uma inflamação das pálpebras. A origem dessa doença é variada, podendo ser infecciosa, imunologicamente mediada (imunomediada) ou alérgica.

Apesar de ser chamada de ‘inflamação das pálpebras’, raramente fica localizada apenas nas pálpebras. Geralmente, ela se manifesta como uma dermatose generalizada na pele do rosto.

Portanto, a maioria dos processos inflamatórios nas pálpebras mostra alterações na parte cutânea. Por essa razão, eles devem ser tratados como alterações dermatológicas.

Blefarite generalizada

A blefarite é denominada generalizada quando a inflamação afeta simultaneamente todos os elementos que entram na formação das pálpebras. A inflamação costuma ser notada na pálpebra superior.

Blefarite parcial

A blefarite é denominada parcial quando a inflamação afeta apenas uma parte dos elementos envolvidos na formação das pálpebras.

A blefarite parcial pode receber os sobrenomes de mucosa, glandulosa ou furunculosa. E o profissional vai classificar a doença de acordo com os sinais apresentados pelo animal.

Origem

A origem dessa patologia pode ser múltipla, por isso é necessário conhecer as diferentes etiologias que podem causá-la.

Uma das opções de origem da infecção é bacteriana. As infecções bacterianas das pálpebras podem ser transmitidas de duas maneiras: por mordidas ou por arranhões entre os gatos.

 patologia também pode ser causada por parasitas, sendo mais um sintoma da doença causada por eles. Entre os parasitas que podem causar essa doença estão Leishmania spp., que causa a leishmaniose, ou Sarcoptes scabiei, causador da sarna.

Também pode ter origem imunológica, ou seja, pode ser causada por doenças autoimunes, tais como lúpus eritematoso sistêmico ou pênfigo, entre outras.

Por outro lado, também é possível que tenha origem fúngica. Entre os fungos que podem causar essa doença está o gênero Microsporum ou o gênero Trichophyton.

Por fim, outras causas podem ser reações alérgicas ou seborreicas. Mais raramente, é detectada a blefarite do canto medial, que está associada a raças e etiologia autoimune.

Blefarite em gatos

 

Sintomas da blefarite

A etiologia dessa patologia pode ter múltiplas origens e, portanto, as lesões podem ser variadas. Apesar disso, entre os sintomas que podem ser observados nessa doença estão os seguintes:

  • Desconforto ocular. O animal sente desconforto e tenta esfregar os olhos com frequência. É possível observar lesões como edema, pústulas, crostas, úlceras, etc.
  • Olhos vermelhos.
  • Conjuntivite. Essa patologia causa lacrimejamento intenso, coceira e vermelhidão. Pode ser causada por um organismo bacteriano ou viral. Também pode ser uma resposta alérgica ou uma manifestação diante da presença de um corpo estranho.
  • Secreção mucosa ou mucopurulenta. Isso nem sempre acontece.
  • Formas focais. Às vezes, aparecem formas focais, como o terçol, que são mais fáceis de diagnosticar e tratar.
  • Lesões na peleVisto que é uma doença dermatológica, geralmente são observadas manifestações e lesões no rosto do animal.
  • Comportamento estranho do animal. Se o animal estiver irritado, se ele tentar esfregar os olhos repetidamente ou se for observado um comportamento incomum, o melhor a fazer é consultar um profissional.

Os sintomas geralmente aparecem de forma progressiva, embora, às vezes, possam ocorrer apresentações agudas. ​​Geralmente são observados casos de conjuntivite leve antes de ocorrer a vermelhidão e o subsequente inchaço das pálpebras.

Tratamento

Dependendo da etiologia da blefarite, o veterinário vai sugerir um tratamento específico ou outro tipo de tratamento. Se a origem for bacteriana, será prescrito um antibiótico de amplo espectro por via sistêmica. Caso não seja observada nenhuma melhora, outros exames, tais como culturas ou um antibiograma, devem ser realizados. Além disso, os vírus também podem ser a causa dessa doença.

Por outro lado, se a causa da doença for um parasita, será realizado um tratamento tópico e sistêmico. O prognóstico dessa doença geralmente é bom. No entanto, o tratamento é longo, pois dura várias semanas.

 

Dicas

A limpeza das pálpebras evita o aparecimento de problemas como a conjuntivite ou a blefarite. Portanto, é aconselhável limpá-las diariamente.

Blefarite em gatos

 

Os gatos geralmente são animais asseados que se higienizam sozinhos e, assim, evitam diferentes doenças. Porém, diante de qualquer sinal incomum no animal, o melhor a fazer é consultar um especialista.

Os olhos dos gatos são tão misteriosos quanto os seus donos. Por isso, é fundamental verificar se o nosso gato conta com uma boa higiene para evitar que ele adoeça.

 

 

 

Fonte: (My Animals)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Quais são as causas da otite em cães?
25/01/2021 às 13:02:45

Síndrome do intestino irritável em cães: causas e sintomas
25/01/2021 às 12:53:18

Nephrurus levis: cuidados em cativeiro
25/01/2021 às 12:48:03

Pênfigo em cães tem cura? Saiba mais
15/01/2021 às 13:42:49


© Canil Garra 2021. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco