HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

   

Notícias
Relação entre bebê e cão: confira dicas para uma integração ideal 14/11/2019 às 22:40:40

É normal sentir muita alegria quando se descobre que a família vai crescer, não é? Entretanto, uma das aflições de tutores ao receber essa notícia fantástica é nos desafios da relação entre bebê e cão. Afinal, a família não deseja que o companheirinho de quatro patas fique desconfortável nessa nova fase.

Para ajudar nesse processo, há algumas medidas que podem ser tomadas no processo. Segundo especialistas na área de medicina veterinária, o segredo é realizar essa transição aos poucos. Caso tudo seja efetuado com serenidade e calma, o cachorro tem tudo para aproveitar esse momento. Assim, passando a cuidar e amar a criança como toda a família.

Dicas para promover uma relação entre bebê e cão de forma harmoniosa

Reconhecimento do cheirinho da criança

A relação entre bebê e cão pode começar antes mesmo da ida para casa após o parto. Uma sugestão é solicitar que alguém alguns paninhos, toalhas ou mantas com o cheirinho do bebê até o cachorro. Os especialistas indicam que se deixe o animal cheirar para se ajustar ao aroma.

Dá até para colocar esse paninho próximos locais que o cachorro costuma ficar e se sente confortável. Assim, o bichinho vai passar a relacionar o cheirinho do bebê a algo familiar e de sua casa. Portanto, essa adaptação pode ser facilitada quando o neném for levado para casa.

Ambientação do cão

Quando o quartinho do bebê for organizado, é bacana permitir que o cachorro entre, se movimenta e conheça o espaço. No entanto, esse “reconhecimento de cômodo” somente deve ser realizado na sua companhia.

Os cachorros tendem a perceber que algo está estranho nas pessoas a sua volta. Por isso, vale a pena deixar que ele chegue mais pertinho da barriga eventualmente. Modifique ligeiramente os momentos de alimentação e passeios para os que serão aplicados após o nascimento.

 

Além disso, é indispensável seguir dando todo o carinho e atenção ao animal. Tudo para que não pense que está sendo ignorado por causa do novo membro da família.

Impeça associações negativas

Caso o cachorro não tenha mais acesso a todos os cômodos da casa devido ao nascimento da criança, é preciso restringir o acesso gradativamente. O ideal é que esse processo de adequação seja feito tão logo a gestão for anunciada e apenas deixá-lo entrar em certos recintos com permissão e companhia.

Relação entre bebê e cão

Foto: FreePik

Quanto antes o animal se adaptar com a modificação no seu dia a dia melhor. Assim, ele não corre o risco de se estressar por acreditar que tudo foi alterado com apenas com chegada do bebê.

Manutenção dos cuidados com o cão

É de vital importância que o cuidador se preocupa em deixar todas as vacinas do cachorro em dia antes da chegada do neném. Isso vai auxiliar na hora de permitir a aproximação entre o bichinho e o filho. E o melhor: tudo sem preocupação. Já que vários estudos apontam que a relação entre bebê e cão de forma próxima é útil para evitar e melhorar quadros alérgicos e de asma.

Entretanto, a única razão para não contar com um cachorrinho em uma casa com criança é uma alergia especifica. Caso a criança tenha essa alergia ao pelo de cachorro, é essencial buscar por orientação médico. A partir daí, se deve marcar uma consultar para debater a questão e entender o que precisa ser feito.

Cachorro o dia a dia do bebê

O ideal é ter muita calma para fazer esse primeiro contato de modo seguro e gradual. Além disso, não é indicado deixar um bebê muito pequeno sozinho com um cachorro. O zelo é imprescindível para evitar qualquer tipo de acidente ou problema.

A inclusão do cachorro na rotina do bebê é algo muito relevante. Quando estiver cuidando, brincando e alimentando, não há problema em permitir que o cachorro esteja por perto. Dá até para chamar o nome do animal para que compreenda que segue fazendo parte da família, como sempre.

No fim das contas, a relação entre bebê e cão tende a ser uma das coisas mais fofas nessa etapa. Assim, a família só deve fazer essas pequenas alterações de maneira organizada, gradual e tranquila para que o amor possa ser multiplicado entre todos os membros com a chegada de mais um integrante à família.

 

 

 

 

Fonte: (Portal do Dog)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Relação entre bebê e cão: confira dicas para uma integração ideal
03/12/2019 às 22:44:09

Como montar uma creche para cachorros – Passo a passo
03/12/2019 às 22:42:07

Creche para cães – O guia completo com tudo que você precisa saber
03/12/2019 às 22:39:40

O que fazer se o seu cão for atacado?
30/11/2019 às 21:49:56


© Canil Garra 2019. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco