HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

    cachorro_mexendo_rabo_1

Notícias
Prefeitura de São Paulo lança guia de boas práticas para transporte de pets 08/10/2019 às 22:47:22

Recentemente, a Prefeitura de São Paulo lançou um guia de boas práticas para transporte de pets. Essas orientações servem para transportar corretamente animais de estimação em diversos meios de transporte. Por exemplo: o ônibus, o carro, o metrô e a bicicleta.

A publicação da Administração Municipal reúne dicas de segurança. Já que não existe uma legislação especifica para regulamentar o deslocamento de pets com seus tutores a nível nacional.

“Os animais de estimação costumam ser muito companheiros de seus tutores, mas para a segurança deles e dos demais usuários do trânsito é prudente tomar certos cuidados para que o trajeto transcorra sem sustos. Afinal, um animal solto dentro de um veículo em movimento pode sofrer uma queda e se machucar ou, ainda, distrair o condutor, pondo em risco a segurança”, diz a publicação.

Confira alguns trechos do guia de boas práticas para transporte de pets

Rua

Ao andar com o seu bichinho de estimação, o ideal é que esteja sempre com a guia. Essa determinação engloba até os pets que já foram adestrados. Ao sair de casa solto e sem coleira, o bichinho corre mais perigo de sofrer algum acidente, como atropelamentos.

Para algumas raças de cães (Mastim napolitano, Pit bull, Rotweiller e American stafforshire terrier) é indispensável a utilização de uma coleira, guia curta de condução, enforcador e focinheira para circular em lugares públicas. Essa é uma norma que vale em todo o estado de São Paulo.

Bicicleta

É indicado que animal esteja dentro de uma cesta ou uma caixa especifica para transporte e devidamente preso. Por exemplo, uma guia pode ser utilizada para impedir tanto quedas quanto acidentes mais graves durante o trajeto.

Patinete

O guia de boas práticas para transporte de pets aponta que é vedado andar de patinete com um animal de qualquer espécie.

Carro

Vale salientar que o Código de Trânsito Brasileiro proíbe a presença de bichinhos de estimação à esquerda ou no colo co motorista, nas suas pernas ou braços. Além disso, o animal não pode ser levado na parte de fora do carro e tampouco permanecer com a cabeça para fora da janela.

guia de boas práticas para transporte de pets

Foto: FreePik

É importante lembrar que o pet pode se ferir ou ferir as pessoas no carro em uma freada mais brusca ou eventual acidente. É indicado que o companheiro de quatro patas esteja sempre no banco de trás, de modo confortável e adotando dispositivo de retenção seguro e que esteja de acordo com o seu porte.

Táxi e carro de aplicativo

O animal pode ser levado em um veículo de transporte, desde que esteja em um recipiente adequado e pese até 10 quilos. Todavia, a cobrança da corrida não deve ser elevada devido ao transporte de cães-guia ou animais domésticos.

Ônibus

O guia de boas práticas para transporte de pets da Prefeitura de São Paulo também contempla o transporte público. Os animais domésticos e considerados de pequeno porte com até 10 quilos podem ser levados nos ônibus municipais.

 
 
Fonte: (Portal do Dog)





ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Malhação de Ana Hickmann e os seus 19 pets
14/11/2019 às 22:44:50

Cachorro fugiu: O que fazer?
14/11/2019 às 22:42:29

Relação entre bebê e cão: confira dicas para uma integração ideal
14/11/2019 às 22:40:40

Socialização do cão – Como fazer?
05/11/2019 às 22:43:35


© Canil Garra 2019. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco