HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

    cachorro_mexendo_rabo_1

Notcias
Co agressivo: o que fazer com esse problema 02/10/2018 às 22:38:36

Diante de um cão agressivo, a primeira coisa a fazer é identificar as causas dessa atitude ou comportamento. Há momentos em que eles podem estar doentes, sentindo dor ou na época de cio.

Um cão agressivo é um dos problemas mais temidos para quem mora com um cachorro. Felizmente, poucos são os animais que realmente apresentam esse problema. Além disso, esse comportamento tem uma solução. Para melhorar a convivência com seu animal de estimação, vamos lhe dar algumas dicas do que fazer em relação a um cão agressivo.

Cão agressivo: principais causas

Para lidar com um cão agressivo ou reativo, é necessário saber qual é a causa. Se a raiz dos problemas for resolvida, eles desaparecerão. Portanto, se o seu cão for agressivo, o primeiro passo é observá-lo. Quando ele reage, é possível avaliar o comportamento do animal através das atitudes, gestos e postura corporal.

É muito diferente se um cão for agressivo por medo ou por uma experiência ruim que não o deixa confiar nos outros cães. Da mesma forma, há diferenças claras entre um animal que parece agressivo, mas só não sabe brincar com delicadeza. Enquanto outro pode ser agressivo porque não gosta dos outros cães.

Quando seu cão começar a ter reações que parecem agressivas, faça um registro delas. Quando isso acontece? O que aconteceu antes? Qual é a postura corporal do animal? Quanto mais dados você tiver e quanto melhor você registrá-los, mais cedo descobrirá o que causa tantos problemas.

Descartar dores ou doenças

Os cães ficam irritados e de mau humor quando sentem dor nos dentes ou ouvidos, assim como os seres humanos. Portanto, seu cão pode estar ferido por algo que justifique sua agressividade. Assim, quando seu animal de estimação começar a ter problemas com outros cães ou reações agressivas, o primeiro passo é uma consulta veterinária.

cachorros brigando

 

 

As principais causas podem ser dores nos dentes ou ouvidos. Entretanto, não podemos esquecer a dor nas articulações, problemas digestivos e até mesmo alguns desequilíbrios hormonais. Tais desequilíbrios só podem ser diagnosticados com exames veterinários.

Quando você for ao consultório, diga ao veterinário que o animal mudou de comportamento. Os profissionais saberão o que procurar. Além disso, estarão preparados para identificar quais são os desconfortos mais comuns que podem afetar o comportamento e bem-estar do animal.

Se a causa da reatividade estava enraizada em um problema físico, ao eliminá-lo, o comportamento será resolvido. Portanto, não tenha dúvidas: se o seu cão se comportar mal, consulte um veterinário. Mesmo que seja para descartar que o seu cão está sofrendo dores ou tem algum tipo de desconforto.

Verifique se o cão é agressivo em épocas de cio

Às vezes esquecemos que, durante os períodos de cio, os cães mudam seu comportamento. Tanto machos quanto fêmeas, quando entram em uma dessas fases, podem se tornar agressivos ou territoriais.

Na natureza, um cão adulto encontraria uma cadela no cio de vez em quando. No entanto, em nossas cidades, um cão cruza com dezenas de animais todos os dias. Por isso, em épocas de cio, todos os hormônios e a tensão dos cães lotam os parques e as praças.

Cachorro agressivo

 

Existem várias soluções possíveis para esse problema: esterilizar seu animal de estimação é uma delas. No entanto, essa reatividade só ocorrerá temporariamente e será reduzida naturalmente quando as fêmeas saírem do período de cio. Por isso, lembre-se de que, na primavera e no outono, o seu cão irá agir de forma estranha.

Evite reações ruins

Enquanto você investiga quais são as razões para o comportamento agressivo, evite tudo o que pode proporcionar más experiências para o seu seu cão. Afinal, expor o animal a momentos de estresse, o que lhe causa um comportamento agressivo, não ajudará em nada.

Prefira passear em horários em que há menos cães nas ruas. Se o animal latir e se jogar contra caminhões e motocicletas, evite-os. Da mesma forma, se o problema do animal for no relacionamento com crianças ou adultos.

Não lhe fará bem se encontrar repetidamente com o que lhe causa reações ruins. Assim como, não será nada bom para você ter de lidar com esse problema em cada passeio.

Consulte um adestrador

Você já consultou um veterinário, verificou que seu animal não está doente, evitou as possíveis causas para a agressividade, mas apesar disso não conseguiu impedir as reações agressivas do cão. Enfim, se com tudo isso, você ainda não conseguir descobrir como resolver a situação, sobra apenas uma solução.

Dona mandando cachorro parar

 

Ou seja, só resta a você entrar em contato com um adestrador canino o mais rápido possível. A agressividade é um problema grave que só piora com o tempo. Um adestrdor de cães escutará você e avaliará o animal. Assim, depois de conhecer a causa do seu desconforto, escolherá um tratamento personalizado para o caso do seu animal de estimação.

Escolha um adestrador que trate o animal com respeito e que não prejudique-o ainda mais. Rejeite profissionais que empregam coleiras perfurantes, elétricas ou teoria de dominância com o seu cão. Afinal, esses métodos só escondem as razões para a agressividade e agravam o problema a longo prazo.

Agressividade, felizmente, é um problema raro em cães. Para tratá-lo, é essencial conhecer as causas dessas reações. Depois de descartar a existência de um problema físico, é melhor escolher um educador canino para ajudar os dois, animal e dono.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: (Meus Animais)






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A piometra em cadelas
13/12/2018 às 23:02:07

Como fazer o cachorro engordar
13/12/2018 às 22:57:32

Piometra em ces: sintomas e tratamento
13/12/2018 às 22:54:03

Cachorro sempre com fome
13/12/2018 às 22:51:08


© Canil Garra 2018. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco