HOME     COLUNISTAS     QUEM SOMOS     RAÇAS     FOTOS     NOTÍCIAS     CONTATO

   

Notícias
As doenças do cão idoso e seu tratamento 29/11/2017 às 22:08:52

A terceira idade afeta tanto as pessoas quanto os animais. Um cão com mais de 8 anos de idade já é considerado idoso. Nas raças de grande porte, isso pode acontecer até mesmo antes. A partir de tal momento, o animal vai começar a sofrer desequilíbrios no seu estado de saúde, inclusive, o Alzheimer. Isso não vai mudar, mesmo que o cão tenha levado um bom estilo de vida. Por isso, vamos saber mais sobre as doenças que acometem o cão idoso.

 

As doenças que acometem o cão idoso podem ser muito delicadas

Quando chega a doença, é normal que a personalidade do animal fique alterada. Vai haver menor resistência e vontade. É possível que comece a sofrer de problemas auditivos ou de visão. Além disso, vai ser normal ele apresentar um comportamento um pouco apático, e não queira sair de casa.

cão deitado

É muito importante saber quais são as doenças que acometem o cão idoso. Dessa forma, o dono terá acesso a uma preparação adequada.

Principais doenças que acometem o cão idoso e seus tratamentos

Artrite

É a mais conhecida entre as doenças da velhice canina. Além disso, se manifesta nas pessoas e em outros animais. Os sintomas da artrite vão ser os mesmos no cão e na pessoa. Dor articular e óssea, incômodos ao realizar movimentos, entre outros.

 

Se for detectada a tempo, a artrite é tratável. Embora seja uma doença progressiva, existem várias maneiras de frear seu impacto sobre o organismo do animal. O veterinário vai ser o responsável por recomendar um tratamento correto para combater a artrite. É importante procurar esse profissional diante dos primeiros sintomas no animal.

Doenças renais

A maioria dos cães idosos sofre de problemas renais. Trata-se de uma doença crônica. Costuma começar a se manifestar na forma de insuficiência renal. Existem sintomas claros que alertam sobre esse tipo de doença. A perda de apetite e as náuseas são dois dos principais sintomas.

Da mesma forma que no caso da artrite, essas doenças não têm cura. Ainda assim, é controlável, inclusive, em cães com idade avançadaO veterinário vai prescrever remédios adequados para diminuir os incômodos causados pelas doenças renais.

Surdez

É também uma das doenças mais comuns que afetam o cão idoso. A surdez é uma doença bastante incômoda para nossos bichos de estimação. Por isso, vai ser necessário desenvolver muito bem a atenção visual do animal. Em casos de surdez, é comum que ele comece a utilizar mais seus olhos para se comunicar.

 

Cegueira

Junto à surdez, a cegueira é outra doença comum entre os cães idosos.Podemos diferenciar dois tipos de cegueira. Uma é a cegueira degenerativa, que não tem cura. A outra se relaciona à catarata. Para essa última, talvez se considere fazer uma intervenção cirúrgica.

É bom lembrar que a vista, embora seja muito importante, não é fundamental em um cão. Um cão cego vai manter perfeitamente seus hábitos de vida. O mais importante vai ser sempre conservar o olfato. Esse é o sentido vital para os cães.

Disfunção cognitiva

Da mesma forma que as pessoas, o cão também sofre de disfunção cognitiva. Isso é muito comum na terceira idade. Entre os sintomas dessa doença, está a insônia, desorientação, confusão, entre outros. Nesses casos, é necessário procurar o veterinário. O profissional vai poder prescrever medicamentos adequados para controlar essa doença.

Câncer

Essa temível doença não é exclusiva dos humanos. Os cães também sofrem de câncer. Surge nos cães devido a dois grandes fatores. Um é a alimentação, e o outro é a grande poluição do meio ambiente. Não se pode esquecer de que se trata de uma doença silenciosa. Para conseguir detectá-la, é imprescindível consultar o veterinário com frequência.

A mesma coisa que acontece nos seres humanos, o câncer diagnosticado a tempo pode ser combatido. Trata-se de uma doença muito delicada.

Obesidade

Os cães também podem ter um alto grau de obesidade. Esse aspecto pode se manifestar em qualquer idade, mas vai ser na velhice o momento em que vai causar maior mal. As guloseimas e o sedentarismo são fatores-chave também nos animais. O cão idoso e obeso vai começar a sentir dores nas articulações. Esses sintomas podem estar alertando para doenças do coração e dos rins.

pug obeso

A dieta correta do animal é imprescindível para seu bom estado de saúde. Muitas das doenças que afetam o cão idoso surgem dos maus hábitos alimentares.

Saber sobre todas essas doenças torna muita mais fácil detectá-las a tempo. O organismo do animal funciona quase como o de uma pessoa idosa. E o mesmo acontece com as pessoas, a atenção e os cuidados dedicados a esses bichos de estimação devem ser maiores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: (Meus Animais)

 






ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Existe o cão-lobo?
06/12/2017 às 17:17:06

Quais doenças podemos transmitir para os cães
05/12/2017 às 21:24:22

Saluki, o cão real do Egito
29/11/2017 às 22:22:21

O que é um cão potencialmente perigoso?
29/11/2017 às 22:10:18


© Canil Garra 2017. Todos os direitos reservados. Webmail

E-mail: contato@canilgarra.com.br

Fale Conosco